Carregando

O que as pessoas mais saudáveis do mundo têm em comum?

O que as pessoas mais saudáveis do mundo têm em comum?

É fato: o mundo abriga uma gigantesca diversidade de dietas. Mas se você olha pras comunidades com maior longevidade e menor incidência de doenças crônicas, vai descobrir que suas dietas são mais semelhantes do que diferentes.

Desde a ilha grega de Ikaria; as terras altas da Sardenha... até a península de Nicoya, na Costa Rica; Okinawa, Japão; e Loma Linda, Califórnia -  todos esses lugares têm práticas culinárias muito originais, ao mesmo tempo em que mantém padrões em comum que são chave para uma vida longa e saudável. Mas do que realmente compartilham?

 

1. Eles comem majoritariamente plantas

Embora a maioria desses grupos não seja vegetariana estrita, 95% do que comem são vegetais. Grãos integrais, legumes, nozes, sementes e vegetais dominam seus pratos, enquanto a carne é consumida apenas ocasionalmente, cerca de cinco vezes por mês, não mais do que duas vezes por semana. E a carne que comem vem de animais que pastam e se alimentam livremente.

 

 

2. Eles acreditam no pão

Em vez de alimentos altamente processados, essas culturas têm o hábito de comer pão feito com ingredientes simples e integrais (que muitas vezes incluem uma variedade de grãos que vêm com um ampo espectro de nutrientes e fibras). Eles também usam culturas vivas de bactérias, ao invés de utilizarem levedura processada pra fermentar o pão. Isso facilita a digestão e proporciona uma carga glicêmica mais leve.

 

 

3.  Eles bebem bebida de qualidade

A bebida mais popular de longe em todos esses lugares é a água, seguida de chá, café, e quantidades moderadas de vinho. A água promove o fluxo sanguíneo e ajuda a regular a temperatura corporal; o chá verde reduz o risco de doenças cardíacas e câncer; o café está ligado a taxas reduzidas de demência, e sabe-se que as pessoas que bebem quantidades moderadas de vinho vivem mais tempo do que aquelas que não.

 

 

4. Eles honram as estações

As pessoas comem o que é cultivado localmente e disponível sazonalmente. Isso se traduz em uma dieta rica em alimentos frescos, nutrientes e integrais, com pouco ou nenhum alimento processado. Seus padrões alimentares fluem com as estações do ano, criando uma variedade natural, sempre enraizada nas plantas. Ah! Eles também tendem a comer toda a planta - caules, folhas e raízes, o que traz mais benefícios nutricionais. 

 

 

5. Eles sabem quando parar

Esses grupos têm rituais antes e durante as refeições que servem como lembretes para parar de comer quando estão por volta de 80% satisfeitos. Por exemplo, antes do começo de uma refeição, os habitantes de Okinawa dizem "hara hachi bu", que tem tradução de "coma até que tenha oito parte completas". Outros grupos praticam a oração antes de comer, o que proporciona um momento de atenção. A gratidão é uma maneira eficaz de desacelerar e comer intuitivamente.

 

 

6. Eles gostam de nozes

Cada um desses grupos come cerca de 1 ou 2 punhados de nozes por dia. Um estudo recente de 30 anos conduzido pela Universidade de Harvard descobriu que os comedores de nozes têm uma taxa de mortalidade 20% menor do que aqueles que não. Outros estudos mostram que as dietas com nozes reduzem o LDL, ou "colesterol ruim", em até 20%. 

 

 

7. Eles amam feijão

The supreme MVP across all Blue Zones is beans. Each group averages about one cup of beans per day, which is about 77 percent complex carbs, 21 percent protein, and very little fat, which closely mirrors the composition of their overall diet. Beans and legumes are also an excellent source of fiber and are packed with more nutrients per gram than any other food on earth.  

 

 

8. Eles são doces... mas nem tanto

Eles consomem cerca de um quinto do açúcar que o americano consome. E raramente comem esses alimentos processados carregado de açúcar. A sobremesa é um deleite comemorativo, não uma indulgência diária.

 

 

9. Eles não "fazem dieta". Só fazem

O mais poderoso ponto de partida desses lugares é a leveza com que encaram a alimentação. Nenhuma dessas populações faz dieta, depende da força de vontade, ou restringe alimentos em um esforço para se adequar a uma forma. Comer é um prazer, não uma fonte de ansiedade. Eles não estão contando calorias, tomando vitaminas ou pesando gramas de proteína. A saúde é um produto de como eles vivem, não sua busca principal.


Usar um serviço de entrega de ingredientes e refeições frescas ajuda na perda de peso e a manter um estilo de vida e alimentação equilibrados, e muita energia! A Yellow Mango é estruturada para tornar simples e saudável o preparo de refeições em casa. Enviamos ingredientes frescos, pré-preparados, e oferecemos itens selecionados e porcionados. Confira o menu e deixe sua vida mais fácil.

Comentários

Deixe seu Comentário

* Nome:
* E-mail: (Não será publicado)
   Website: (URL do site com http://)
* Comentário: