Carregando

Quero comer com consciência mas meu cérebro não deixa

Quero comer com consciência mas meu cérebro não deixa

Você quer tomar melhores decisões de alimentação, parar de comer compulsivamente e aproveitar mais suas refeições? Pesquisas têm mostrado que o mindful eating é o melhor aliado na hora de melhorar seus hábitos alimentares. 

Praticar o mindful eating não é algo que acontece naturalmente e nem da noite para o dia. É um exercício diário, que demanda treinamento constante. 

Mas por que comer com "concentração precisa de treinamento?" Porque seu cérebro naturalmente rejeita a conscientização e desesperadamente prefere ceder aos impulsos.

Os impulsos são fortes e lutar contra eles trazendo sua atenção para o momento presente pode parecer exaustivo, especialmente no início. É aí que as pessoas começam a questionar se realmente vale a pena.

Aproveitar mais sua comida e comer menos soa maravilhosamente bem, mas a que custo?

Seu cérebro é muito esperto quando se trata de vir com razões do porquê não aderir ao mindful eating: “isso é chato”, “quero me livrar”, “essa é minha hora de relaxar”, etc.

 

Se você se vir nesse tipo de resistência durante sua prática — discutindo com si próprio/a porque acha que não deveria fazer o que está fazendo — , é um sinal claro de que você precisa continuar praticando.

 

É preciso aprender a parar de se apegar aos pensamentos que nos tiram do momento presente mas se torturar durante toda refeição também não é o ponto.

 

Mas então o que eu devo fazer? Devo forçar a prática ou deixar fluir?

 

Mesmo que praticar o mindful eating eventualmente passe de difícil e frustrante pra simples e pacífico com treino regular, praticar mindful eating o tempo todo não é prático, nem necessário. Seu cérebro está certo, nesse ponto. Pensar é valioso. Relaxar enquanto se come é saudável. O propósito da prática do mindful eating é melhorar essas experiências, não se livrar delas.

A questão é: como encontrar o equilíbrio? Quando você deve praticar ativamente mindful eating e quando você só deve deixar os pensamentos te levarem?

Aqui estão alguns pontos a se considerar:

 

Mindfulness é uma prática

 

A primeira é que o mindful eating quase nunca surge espontaneamente sozinho. A menos que você seja o Buda, isso requer uma prática dedicada. Por isso, recomendamos que você reserve uma refeição por dia para o mindful eating.

Quando você está em uma refeição que não é dedicada à prática do mindful eating, não precisa se sentir culpado/a.

Relaxe. Curta o momento.

O mindful eating traz consciência para os seus hábitos inconscientes. Outra coisa que acontece quando você pratica o mindful eating é internalizar o aprendizado de observar todos os hábitos peculiares que você tem enquanto come.

 

Você aprende como sua mente caminha, o que te impulsiona a comer muito rápido, que você na verdade gosta mais de Justin Bieber do que admite, que você tem um impulso incessante de olhar pro seu celular, que algumas coisas consistentemente roubam sua atenção da experiência do presente, e quanto tempo demora pra ela voltar.

Essa consciência é crítica, porque normalmente todos esses hábitos acontecem inconscientemente. Quando você presta atenção neles através do mindful, pode escolher seus hábitos ao invés de apenas seguir cegamente os impulsos.

 

Hábitos de mindful eating também podem se tornam automáticos

 

Há alguns hábitos que tendem a se tornar automáticos com o desenvolvimento da prática de mindful eating: tomar melhores decisões no seu prato, evitar lanches emocionais, estabelecer um ambiente para comer que promova melhores comportamentos (por exemplo, sentar em uma mesa, desligar a TV), mastigar mais, comer mais devagar, parar quando não tem mais fome, etc.

Quanto mais desses hábitos você desenvolver, menos prejuízos o "mindless eating "(oposto de mindful) vai te causar

Como qualquer hábito, os que você constrói como resultado da prática de mindful eating se tornam automáticos. Isso significa que depois de um tempo, não é necessário mais tanto esforço :)

Você vai perceber que muitos dos seus hábitos alimentares (como não mastigar direito) começam a parecer desconfortáveis.

O resultado final é de que quanto mais você pratica, menos precisa pensar no assunto. É um feedback positivo que te faz muito mais consciente dos seus hábitos saudáveis até virar um comportamento natural.

Esse fenômeno nos ajuda a responder nossa pergunta sobre quando tentar praticar o mindful eating.

 

A resposta é que você precisa praticar regularmente, idealmente em uma refeição ao dia. A ressalva é que vai ser difícil no começo e requer força de vontade e esforço da consciência. Quando sua prática se desenvolve, fica mais fácil e vem mais naturalmente.

Persista! ;)

 

Comentários

Deixe seu Comentário

* Nome:
* E-mail: (Não será publicado)
   Website: (URL do site com http://)
* Comentário: